XII Conferência Municipal de Assistência Social foi realizada nesta quinta (29)

A Prefeitura Municipal de Ponto Novo, através da Secretaria de Assistência Social e do Conselho Municipal de Assistência Social – CMAS realizou nesta quinta-feira, dia 29, no Centro Educacional de Ponto Novo, a XII Conferência Municipal de Assistência Social que teve como Tema: “Assistência Social: Direito do Povo com Financiamento Público e Participação Social”.

A mesa foi composta pelo presidente do Conselho Municipal de Assistência Social Leandro Feitosa, o prefeito Tiago Venâncio, o Secretário de Assistência Social Anderson Luz, o presidente da Câmara de Vereadores, Arnóbio Apolinário, os vereadores Manoel Roberto Cavalcante e Joelma Oliveira, o palestrante José Bartilotti e a senhora Aurea Gama que representou os usuários do SUAS.

A palestra magna foi realizada por José Bartilotti Neto, que tratou sobre os Equipamentos Públicos da Assistência Social e a Participação Popular, também versando sobre os cofinanciamentos para a Assistência Social.

Durante o evento foram realizadas apresentações culturais com participação de crianças e adolescentes e do grupo da terceira idade do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos – SCFV do CRAS, além da formação de grupos para debater e propor ações pautadas nos 03 eixos temáticos propostos pela Conferência:  Eixo 1 – Assistência Social é um direito do cidadão e dever do Estado; Eixo 2 – Financiamento do SUAS; Eixo 3: Democracia e Controle Social no Suas.

De acordo com o Secretário de Assistência Social Anderson Luz, as conferências têm como principal característica reunir governo e sociedade civil organizada para debater e decidir as prioridades nas Políticas Públicas bem como na garantida de direitos através dessa política.

O prefeito Tiago Venâncio destacou a importância da realização de conferências para construção de políticas públicas de qualidade, e ressaltou que juntamente com o Secretário Anderson Luz e equipe da Assistência Social municipal tem visitado mensalmente algumas famílias para ver de perto a realidade da vida da população e poder ajuda-las dentro das possibilidades da gestão municipal.