História

Ponto Novo surgiu na margem direita do Rio Itapicuru-Açu, na extremidade norte do então Município de Saúde, região de Jacobina, por volta do início de 1946. Nasceu com o advento da construção de uma ponte sobre o rio, na estrada que ligaria Feira de Santana a Juazeiro, ambos na Bahia.

O povoado foi iniciado em terras da Fazenda Capim Grosso, de propriedade dos Srs. Agnelo Pereira do Amaral e Leovigildo Ferreira da Silva.

O nome de Ponto Novo foi uma idéia dos operários da construção da ponte que, após a sua conclusão, queriam que o lugarejo fosse chamado de Ponte Nova, homenagem justa, feita à nova construção. Outros alegando existir outro lugar com o mesmo nome, opinaram por Ponto Novo, visto que se tratava realmente de um “ponto” novo na região.

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Ponto Novo (ex-povoado), pela Lei Estadual n.º 628, de 31-12-1953, subordinado ao município de Saúde.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1955, o distrito de Ponto Novo figura no município de Saúde.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1960.

Pela Lei Estadual n.º 1.689 de 25-04-1962, o distrito de Ponto Novo foi transferido do município de Saúde, para constituir o novo município de Caldeirão Grande.

Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o distrito de Ponto Novo figura no município de Caldeirão Grande.

Município criado com a denominação de Ponto Novo, pela Lei Estadual n.º 4.837, de 24-02-1989, desmembrado de Caldeirão Grande. Constituído do distrito sede. Instalado em 01-01-1990.

Em divisão territorial datada de 1993, o município é constituído distrito sede.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Fonte: Ponto Novo (BA). Prefeitura. 2014. Disponível em: http://www.pontonovobahia.com.br. Acesso em: jul. 2014.